O caso da idosa de 84 anos agredida, que ganhou grande repercussão no estado, nesta sexta-feira (26), é mais um entre milhares que ocorrem no país. Em 2016, o Ministério dos Direitos Humanos realizou uma pesquisa através do seu canal de denúncias Disque 100. Apenas nos 4 primeiros meses de 2016, 12.454 casos foram registrados. Os dados, divulgados no Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, mostram que a maior parte das violações acontece dentro da casa das vítimas, cometida por filhos, netos ou outros familiares. Quando comparado com dados de 2015, o número cresceu aproximadamente 20,54%.

Os dados apontam que a negligência é um dos principais fatores que influenciam nos altos índices de agressões aos idosos no Brasil. Esta realidade coloca as pessoas idosas como as mais vulneráveis para um tipo específico de agressão. Normalmente trata-se de aposentados. E a situação é relacionada a uma questão financeira.

Saiba mais sobre a pesquisa.

Em São Luís…

O advogado, filho da vítima, foi preso ainda na manhã desta sexta feira (26). Ele chegou a ser levado ao Departamento de Polícia, que trata sobre violência contra idosos, no bairro São Francisco. Por conta da intensa movimentação na delegacia, a delegada responsável decidiu ouvi-lo na Secretaria de Segurança Pública. A vítima, de 84 anos, foi encaminhada ao Instituto Médico Legal para ser submetida a exame de corpo delito.

Um dos netos da vítima, assim que tomou conhecimento da rotina de agressões, procurou a polícia.

Roberto Elísio Filho, neto da idosa agredida em São Luís, denunciou o próprio pai na última segunda feira (22), assim que soube dos acontecimentos. Uma audiência para tratar sobre o caso já estava marcada para o próximo do 29, às 11 horas da manhã, na delegacia do idoso. Roberto Filho chegou a constituir advogados para levar o caso adiante.

“Assim que soube do que estava acontecendo, tomei minhas providências. Quero que a justiça faça o seu papel”, declarou Roberto Filho.

O empresário, pai de dois filhos, nunca conviveu com o pai biológico. É importante destacar que Roberto Filho tem sido alvo constante de ameaças nas redes sociais por conta da divulgação dos vídeos, que envolve o pai em casos de agressões.

O caso tomou grandes proporções na mídia, nesta sexta feira (26), após a divulgação de vários vídeos em que uma idosa de 84 anos aparecia sendo agredida. As filmagens foram feitas por pessoas que conviviam com a vítima e o agressor.

 

26 de maio de 2017

Agressão sofrida por idosa em São Luís representa 80% de casos do tipo, no Brasil.

O caso da idosa de 84 anos agredida, que ganhou grande repercussão no estado, nesta sexta-feira (26), é mais um entre milhares que ocorrem no país. […]
21 de maio de 2017

Posicionamento da OAB evidencia a necessidade de pressa no caso Temer

A Ordem dos Advogados do Brasil se manifestou na noite deste sábado (20) em favor do impeachment de Michel Temer. Por 25 votos a 1, a […]
20 de maio de 2017

Senador João Alberto disse que a crise acabou.

“A crise está debelada”, A frase foi dita pelo Senador João Alberto (PMDB) ao jornal O Estado e publicada na noite deste sábado (20). “Nada vai parar […]
20 de maio de 2017

Roberto Rocha afirma que o povo e a mídia estão sendo exagerados.

O Jornal O ESTADO publicou, no início da noite deste sábado, a seguinte matéria: Deputados e senadores do Maranhão são a favor de Temer não renunciar. […]