Em sessão plenária desta terça feira (06), os motoristas de aplicativos sofreram mais uma derrota no Maranhão. O projeto de lei 127/2017, de autoria do deputado Edilázio Júnior teve voto contrário da comissão de constituição, justiça e cidadania da casa.

O Presidente da comissão é o deputado Marco Aurélio. Ao ler o seu voto, o Presidente foi enfático ao dizer não à aprovação do projeto alegando que o parlamento estadual não tem competência para tal atribuição.

O deputado Edilázio Júnior rebateu as argumentações do presidente da comissão e destacou a importância do voto neste momento. O deputado Max Barros também foi contrário ao voto de Marco Aurélio. 

Após os debates a comissão de constituição e justiça da casa foi contrária ao projeto. O autor recorreu ao Plenário. 

6 de junho de 2017

UBER perde mais uma batalha na Assembleia Legislativa.

Em sessão plenária desta terça feira (06), os motoristas de aplicativos sofreram mais uma derrota no Maranhão. O projeto de lei 127/2017, de autoria do deputado […]
5 de junho de 2017

Uber movimentou Assembleia Legislativa nesta segunda feira

A sessão plenária desta segunda feira (05) foi movimentada na Assembleia Legislativa com os debates envolvendo o Projeto de Lei que regulamenta os serviços do aplicativo […]
5 de junho de 2017

Oito países pedem acesso a investigações do caso Odebrecht, diz PGR

BRASÍLIA (Reuters) –  A Procuradoria-Geral da República (PGR) recebeu 22 pedidos de informações de oito países sobre detalhes dos acordos de delação premiada de executivos da […]
3 de junho de 2017

Presidente da AL, Humberto Coutinho, continua internado mas passa bem.

NOTA  O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Humberto Coutinho deu entrada, nesta terça-feira (2/6/17) as 17:00hs , no hospital da Unimed, em Teresina (PI), com um […]